Páginas

19 de dez de 2009

Observando os pássaros.


Triste é quem não ama.

Quem não exalta quem não canta
Um amor, uma imagem:
Paixão e espírito em frangalhos.
                                           
Os cacos e os galhos;
Os beijos e os braços.
Os sonhos feitos em silencio.
Os gritos de amor
Sussurrados
Ao pé do ouvido.

Triste é quem não ouve, quem não vive.

O canto surdo dos amantes;
O beijo mudo dos que se perdem
(o canto mudo dos amantes;
O beijo surdo dos que se perdem).


(escrito originalmente em 11 de novembro de 2009)

3 comentários:

Angela Calou disse...

Acho que sou triste.

Angela Calou disse...

ah! bom saber que já respira, seguirei imediatamente. =]

Rafael disse...

Rsrs, acredito que não és, pelo ou menos não nesse ponto; pelo ou menos não no sentido que eu pensava quando escrevi o poema...
Mas ai já é muito a minha visão tentando enchergar voce né?
Só te conhecendo melhor mesmo.(só mais encontros para resolver tal questão).

Abraços.

22 de dezembro de 2009 17:36