Páginas

2 de mai de 2010

Nota de Roda Pé.

Resposta a um certo comentário, de um amigo vampiro, no post anterior:

"É. Ultimamente não tenho feito outra coisa que não seja lutar contra estes moinhos de vento... talvez estejam eles dentro de mim a moer a ventania de minha própria alma."
Depois de um dia de ressaca de vinho da noite anterior, dormirei à pensar nestes moinhos... [nesta noite solitária de relâmpagos e tempestades]

4 comentários:

Mila disse...

Olá Rafael!
Obrigado pela visita, seja sempre bem vindo. Também adoro ouvir o silêncio, ele é ouro palavras são pratas...
Bjs com carinho!
Mila

Tânia regina Contreiras disse...

Opa! quem sabe venha um sonho esclarecedor???? rsrsrsr

Beijos

Inês disse...

Menino, pensei que fosse uma provocação, o tal recado!
Brigada demais pelo seu comentário!
Um beijo grande, e que continuemos nossas trocas...
Inês.

†† ÐART VAMPIRE LINCOUT†† disse...

talvez movam, der sentido, dar sentido ao insensato aos olhos dos outros , nos outros parecer você próprio.

abraço

Giordano Bruno de LaMarques( peregrinador das ilusões)