Páginas

27 de jan de 2010

Do silêncio.

                   

    E não importa o tão quanto alto eu grite, o grito interior é sempre mais ensurdecedor.


O grito, pintura de Edvard Munchu(1983)

2 comentários:

Carlos Alberto Moreno disse...

retribuindo a visita, mas nem por isso menos envolvido com o que encontrei

o silêncio... o grito... Dalí...

daqui te li, relí

voltarei

abraço.

†† ÐART VAMPIRE LINCOUT†† disse...

O grito do interior é o mais ensurdecedor mais é também o mais mudo, pois apenas o silêncio "grita" mais alto na prórpia consciência do ser.

att,
Peregrinador das Ilusões

abraço